"Este é o melhor momento para ser um designer, porque a mulher que estamos vestindo está completamente no controle da sua vida e do seu destino." < Oscar de La Renta >

Siga-nos

14/07/2017

"Esta exposição não fala apenas da maison Dior. Fala de cada época e de suas mulheres. É isso que me fascina" - Florence Müller (curadora da exposição)

Após uma exposição em 1987 sobre a primeira década da alta-costura de Christian Dior, o Museu de Artes Decorativas agora comemora com uma mega exposição os 70 anos da Maison Dior.

A exposição Christian Dior, couturier du rêve, retraça a história da Maison de 1947 até hoje. Sãos 300 vestidos e centenas de fotografias de moda, croquis, pinturas e outros documentos que fazem o visitante passear no universo do fundador e seus sucessores: Yves Saint Laurent "O Pequeno Príncipe da moda"; Marc Bohan e o 'Slim Look'; Ferré e Galliano "os exuberantes"; Raf Simons "o minimalista" e Maria Grazia Chiuri, a "prima donna".

Primavera-verão de 1947, o "New Look" do estilista Christian Dior muda profundamente a imagem da mulher masculinizada durante a guerra. Seus vestidos são pura feminilidade moderna, curvas sinuosas, ombros suaves,...

11/06/2017

Polka Dots foi o nome com que batizaram nossa querida estampa de bolinhas, ali por volta de 1873 na Europa. Nesse mesmo ano inclusive, apareceu em destaque pela primeira vez na Revista Godey´s.
O nome veio como uma analogia a dança marcada por um ritmo rápido e divertido e por sua popularidade na época. É também conhecido como "petit pois" ou abrasileiradamente batizada "poás".

Independente do nome, esta é uma estampa clássica que nunca sai de moda, apenas tem maior ou menor destaque dentro de cada temporada. Em vários tamanhos ou cores, a estampa de bolas pode ir dos estilos mais românticos aos mais criativos, dos modelos casuais para o dia-a-dia para os mais elaborados e festivos.

Convidamos você a vir conhecer as novas estampas que chegaram  na loja.

abraços

07/06/2017

Casamento, tradições e lendas. Passam-se décadas e alguns fatos continuam a fazer parte das cerimônias sem sequer sabermos a história por trás.
A troca de anéis, o pai "entregando" a noiva, o buquê, a primeira dança... cada um desses ritos nasceram por um motivo e ao longo do tempo, embora tenham mudado o significado, continuam firmes e fortes.

Vocês sabem qual a história por traz das Madrinhas usarem a MESMA COR?
 

Hoje essa opção por colocar as madrinhas usando a mesma cor e ás vezes até o mesmo modelo, surge mais pela beleza das fotos e filmagem do que realmente pela conservação das tradições.

Muitas reclamam, outras acham ótimo, o fato é que as madrinhas tem um papel significativo nos casamentos desde os tempos antigos, mas sobre os vestidos de mesma cor, podemos apontar os Antigos Romanos.

Vejam só, os romanos acreditavam que qualquer ocasião feliz tinha o potencial de atrair espíritos malignos - sem mencionar todos os ex escolhidos dos quais a noiva se livrara an...

05/05/2017

Era Paris de 1980, quando as passarelas mais vistas pelo mundo receberam uma coleção subversiva e impactante que causou frenesi na platéia. Com roupas de desenhos intelectualizados, artísticos, desconstruídos e envelopados, o desfile promoveu um contraponto chocante a uma moda que zelava pela boa forma e valorização dos ombros.


A responsável por esse desafio das tradições foi uma das vanguardistas da moda Japonesa: Rei Kawakubo, designer e proprietária da marca japonesa Comme de Garçons desde 1969.

47 anos depois, as redes sociais nos coloca frente a frente com essa moda "trapeiro chic" durante o famoso baile promovido pelo Museu Metropolitano de Artes de Nova York, o MET Gala.

Isso aconteceu, porque a homenageada dessa edição foi a estilista, e os artistas não quiseram ficar de fora, se esmerando em criações livres de forma e discrição tão características da estilista.

Para quem ficou com gostinho de mais  e estiver passando por Nova York entre Maio e Setembro, poderá dar um paradin...

08/02/2017

O mundo da moda é um espetáculo a parte para o entendimento do progresso social. Além dos códigos de vestir, das mudanças de silhuetas temos também as inovações que foram se adequando ou sendo criados para acompanhar nossa evolução.

Tecidos de composição artificial em 1910, zíperes usados para as vestimentas femininas em 1940, o surgimento do nylon e as meias-calças, a revolução da minissaia, os  saltos... até chegarmos ás invenções 3D. O que para nós é comum hoje, já foi muito estranho, revolucionário, proibido, aclamado, criticado e ovacionado em alguma época.  
Temos aí 100 anos de revolução que nos ajudam a entender porque a moda fascina tanto.

 

Para você, qual a mudança na moda que mais se destacou ou achou importante?

Abraços

Please reload

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon
  • Grey Pinterest Icon
Destaques

Elegância rouba a cena na posse.

03/01/2019

1/10
Please reload

Arquivos
Please reload

Categorias
 
 

Av. Dom Bosco, 1521

Cuiabá MT 78032-065

albertotecidos.mt@gmail.com

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Pinterest Icon
  • Grey Instagram Icon

Tel: (65) 3321-2710

Wts: (65) 99997-3350

© 2017 por Cristina Aguiar. Criado orgulhosamente com Wix.com